Facebook

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Crítica | Pantera Negra



Estreou nos cinemas o filme Pantera Negra que com certeza era um dos mais esperados desde que surgiu boatos sobre a produção que faz alguns anos e enfim chegou mais uma bela produção da Marvel que surpreendeu a muitas pessoas pela qualidade.

O filme mostra  a saga de T'Challa que é o novo Rei de Wakanda, um país que é avançado graças ao Vibranium, sendo assim uma cidade evoluída e por causa disso ela é isolada do restante do mundo. O filme me fez lembrar outros dois como Mulher Maravilha e o primeiro filme de Thor onde os roteiros e a temática se tornam parecidas no seu contexto, mas todos os três com suas particularidade.

A primeira coisa que se nota no filme e que foi de encher os olhos são as cores utilizadas para os cenários e os figurinos que tinha muito colorido, cores fortes, vestimentas bem características de países africanos tudo muito caprichado.





O roteiro eu gostei, mesmo achando que é algo que já vimos antes em outros filmes, mas há pontos que são originais e por causa dos personagens deram um ótimo tom de algo diferente. Vemos nele um começo, meio e fim estruturado com continuidade e uma boa direção.

Destaque para atuações como do protagonista Chadwick Boseman que fez o Pantera Negra que até mudou sua voz para entrar bem no personagem. Outro destaque é a irmã Shuri, interpretada por Letitia Wright que queremos ver em outros filme da saga, (se tiver), pois com ela vimos as cenas que deram mais humor ao filme. Destaque para Danai Gurira que tem uma bela forma de interpretar, sabendo se expressar muito bem.

Tivemos dois vilões no filme, porém Erik Killmonger, interpretado muito bem por Michael B. Jordan não era bem assim um vilão, mas com sua participação o roteiro ficou fora do clichê do bem contra o mau.




4/5



Um comentário:

Mariana Soto disse...

A história do filme é muito boa e bem executada. Michael B. Jordan superou o protagonista e se tornou o melhor vilão da Marvel. Seus trabalhos sejam impecáveis e sempre conseguem transmitir todas as suas emoções. Ele fará um ótimo trabalho em seu novo projeto. Na minha opinião, Fahrenheit 451 será um dos mehores filmes de drama de este ano. O ritmo do livro é é bom e consegue nos prender desde o princípio. O filme vai superar minhas expectativas. Além, acho que a sua participação neste filme realmente vai ajudar ao desenvolvimento da história.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...