Facebook

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Crítica | Homem-Aranha: De Volta ao Lar



No dia 6 de julho estreou nos cinemas o filme Homem-Aranha: De Volta ao Lar, mais uma série de filmes de um dos heróis mais queridos dos quadrinhos e creio que seja o favorito de muitas pessoas por causa de muitos motivos, mas eu destaco a lista boa de vilões, a personalidade de Peter Parker e o local escolhido para suas histórias que é em Nova York.

Eu até compreendo o porque de lançar e relançar filmes do Homem-Aranha pela necessidade de rever histórias e ajustar alguns pontos que seria a junção Homem-Aranha + Vingadores. Parece que ficou claro que a saga do Espetacular Homem-Aranha foi um leve fracasso, principalmente no segundo filme e acho que até por conta disso veio até mesmo a troca de ator, uma decisão até bem pensada já que o ator Tom Holland saiu melhor que Andrew Garfield na minha opinião, mas acho que não dá para comparar com Tobey Maguire que achei que interpretou bem o herói, mas a trilogia não me encantou tanto, ou seja, acho que posso cravar que dos seis filmes que vimos nesse século o melhor é mesmo Homem-Aranha: De Volta ao Lar.




Homem-Aranha: De Volta ao Lar não é exatamente uma introdução de como Peter Parker se tornou herói até porque muitos já sabem e repetir cenas que já foram transmitidos nos demais filmes seria um tiro no pé e isso foi um grande acerto na direção e no roteiro.

Como eu disse o Homem-Aranha tem uma lista de vilões que os faz até gostar de ler ou ver seus filmes, mas para este filme o vilão escolhido foi o Abutre que confesso que não conhecia e me deixou intrigado se iria dar certo, mas quando assistimos ao filme e nos deparamos com as sequências somos surpreendidos e o resultado final, mas não contarei detalhes de nada.



O roteiro do filme é um dos pontos altos, abordando muito bem por exemplo o personagem Abutre e como ele surgiu e porque ele se tornou vilão do Homem-Aranha. Um ponto a destacar também no roteiro é a ligação que tem este filme com o primeiro da saga Os Vingadores e isso é sensacional.

Sobre as atuações queria destacar a presença de Robert Downey Jr. interpretando Tony Stark que ficou muito boa, sendo talvez um dos cinco grandes personagens da Marvel nos cinemas. Tom Holland  como disse acima interpretou muito bem o Homem-Aranha e trouxe uma personalidade ainda mais humorada e que gosto de ver nos heróis e é uma característica da Marvel.

As cenas de ação e batalhas são boas, mas poderiam ser um pouco melhores, talvez foi um dos pontos que quase tornou-se um ponto fraco até porque em algumas batalhas e perseguições teve seus bons momentos, mas as cenas mostrando o jeito atrapalhado de Peter Parker chamou a atenção e eu confesso que gostei, mas será que quem é fã mesmo do herói gostaria de vê-lo assim? Como era o início de sua vida como Homem-Aranha e ele ainda estava conhecendo o seu novo uniforme que tinha até um computador chamada Karen conseguimos aceitar tranquilamente.



4/5



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...